QUER CONSTRUIR UMA TINY HOUSE? NÃO SE ESQUEÇA DE...

Assim como vocês, já vimos muitas matérias não só aqui no Brasil como no exterior, sobre pessoas das mais diversas idades que construíram suas Tiny Houses por valores super baixos.

E uma das maiores curiosidades dos brasileiros está ligada ao preço ou ao custo de construção de uma Tiny House. Por isso fomos pesquisar mais a fundo sobre os reais custos envolvidos e vimos que esses valores tão baixos, na realidade não são tão possíveis assim como imaginamos.

"Ao longo dos anos tenho visto muitas pessoas divulgando sua Tiny House como tendo custado alguns poucos mil dólares para construir, e muitos gritando em protesto sobre quanto algumas Tiny Houses custam. Acho que há muitas maneiras de economizar durante o processo de construção, mas a verdade é que essas pequenas casas custam dinheiro e não pouco."

(Tradução livre de post no Blog The Tiny Life)

Aqui no Brasil também é assim, mas para os poucos que já se aprofundaram no assunto e tem uma boa noção do custo de um trailer adequado, dos valores de mão de obra e que prezam por materiais de boa qualidade, sabem muito bem que o investimento pode ser mais alto do que muitos pensam.

Quando falamos na escolha dos materiais e dos profissionais é muito importante levar em consideração o que é mais importante para você:

Longo Prazo x Curto Prazo

Uma casa de qualidade  x Uma casa barata 

Uma Tiny House construída por empresas especializadas nos Estados Unidos ou Canadá, ou outros países onde o Movimento já chegou e tem vários adeptos, não custa menos do que U$ 50 mil dólares.

Mas e as Tiny Houses que as pessoas afirmam ter construído por menos de $ 20 mil ou $ 10 mil dólares? Percebemos que muitas vezes essas pessoas deixam de mencionar, e até de contabilizar no valor total da casa custos importantes.

Então, vamos a eles para que você também não se esqueça de contabilizar.   

1. O SEU TEMPO (A SUA MÃO DE OBRA):

construção de tiny house, como construir tiny house, quanto custa tiny house

Um dos pontos mais importantes que as pessoas deixam de contabilizar é o próprio tempo investido na construção da casa. Digamos que o tempo que você investiu na construção da sua Tiny House foi o seu tempo de trabalho remunerado, que normalmente você faz ou faria, se não estivesse trabalhando na construção.

Se você estivesse trabalhando na sua ocupação remunerada, quanto estaria recebendo pelo seu trabalho? Se o seu foco é a Tiny House, então acrescente esse suposto salário no custo final da casa.

Sabemos que muitas pessoas não têm dinheiro para construir uma Tiny House, mas tem o tempo livre por estarem desempregados ou em férias, ou por qualquer outro motivo. E quando o assunto é tempo, não esqueça de considerar:

  • Quantas horas de trabalho você acha que precisa dedicar para construir a sua mini casa?
  • Você tem experiência com construção ou reforma?

2. MÃO DE OBRA ESPECIALIZADA: 

tiny house, mini casa, casa pequena

Sim, você precisa contabilizar todos os custos que envolvem a mão-de-obra, desde profissionais especializados para a construção do trailer que será a base da sua mini casa, até todo o trabalho de acabamento interno e externo. Para trabalhos específicos e de alta qualidade são necessários profissionais específicos e capacitados, afinal de contas você quer morar em uma casa segura, que não traga surpresas desagradáveis durante as chuvas fortes ou incômodos relacionados ao mal isolamento térmico ou contra umidade.

Acreditamos que qualquer um pode adquirir as habilidades necessárias para construir uma Tiny House, mas quanto tempo isso vai levar? Tempo de pesquisa, tempo de estudo. Isso sem falar que quando não temos experiência numa tarefa, demoramos o dobro ou mais tempo para executá-la do que alguém experiente.

E quando falamos em parte elétrica e hidráulica em especial, contratar um profissional capacitado e experiente é imprescindível.

3. MATERIAIS BÁSICOS:

cola, parafusos, lápis, trena

Segurança em primeiro lugar. Lembre-se você quer deitar a cabeça no travesseiro a noite, ou rebocar a sua casa para um novo local tendo a certeza de que ela vai se manter intacta e firme sobre o chassis.

Geralmente nos esquecemos de contabilizar materiais básicos como pregos, parafusos, isolantes, selantes, colas, discos de corte, fresas, brocas... mas eles são uma parte importante do custo da construção, e sem muita alternativa a não ser comprar tudo novo.

4. MATERIAIS RECICLADOS:

reaproveitamento de madeira

Muitos que constroem por próprios investem tempo na busca de materiais que possam ser reaproveitados. E tudo bem fazer isso, mas você não pode simplesmente dizer que seu tempo é de graça. Você tem valor, o seu tempo é valioso, e você o está disponibilizando para construir/pesquisar, ao invés de fazer outra coisa.

E quando se trata de materiais reciclados, procurar em ferro velho, em obras em demolição, em anúncios na internet, diariamente, para encontrar todos ou parte dos materiais, você precisa dedicar uma enorme quantidade de tempo a isso. Para quem nunca fez isso antes fica difícil entender o tempo que isso requer. A estimativa é que gastamos duas vezes mais na busca de materiais reciclados do que nas horas dedicadas na construção em si.

Os Estados Unidos, Canadá e outros países tem forte cultura em construir casas em Wood Frame, toda casa que é reformada ou demolida por desastre natural ou qualquer outro motivo, gera madeiras de reaproveitamento, é muito fácil e barato encontrar em quantidade com qualidade para reuso.

No Brasil a situação é bem diferente, pois não temos essa cultura de construir casas de madeira e não temos desastres naturais como terremotos e furacões, por esse motivo a busca por madeiras é longa, por ser rara, muitas das vezes temos que pagar caro por ela. As madeiras de pinus utilizados e descartados na construção civil geralmente são crus e cortes de arvores novas, o que resulta numa madeira com baixa resistencia mecânica e suscetível ataques a fungos e cupins. Os Pallets em sua maioria precisam de tratamento contra fungos e cupins o que pode tornar caro e trabalhoso o processo de reutilização.

5. FERRAMENTAS DE TRABALHO:

ferramentas, martelo, alicate, chave de fenda

Esse é um ponto super importante, as ferramentas disponíveis no Brasil são muito inferiores ao que se encontra nos EUA. Por lá existem coisas com as quais nem ousamos sonhar, e por preços muito mais acessíveis. Isso sem falar que por aqui não temos a cultura do DIY (Do It Yourself, ou faça você mesmo em português), aposto que muitos por aqui não tem nada além de martelo, chave de fenda e parafusos na sua malinha de ferramentas. Se você precisar consertar o chuveiro da sua casa sabe como fazer? Tem as ferramentas para isso? E para construir uma casa do zero?

Muitos de nós temos um conjunto básico de ferramentas, muito distante daquilo que é preciso para construir uma casa por inteiro. Muitas pessoas que dizem gastar tão pouco para construir suas Tiny Houses já tem todas as ferramentas, e muitas vezes a experiência prévia em construção. E mesmo se você tem todas as ferramentas, você deveria contabilizar o custo delas, devido ao seu desgaste e manutenção.

6. TRAILER (O TERRENO DA SUA CASA):

chassis trailer tiny house

Primeiro temos que mencionar que as leis de trânsito aqui no Brasil são bem diferentes dos EUA. Lá você pode comprar um trailer já emplacado, construir sobre ele e circular sem problemas, desde que respeite as medidas e pesos estabelecidos para cada trailer.

Aqui as coisas não são bem assim, existem categorias específicas para cada tipo de trailer e de carga (aberta, fechada, viva, etc). Por aqui, cada uma dessas ‘cargas’ tem normas diferentes que interferem em como o chassis é construído e documentado.

Você pode até arriscar e construir sua Tiny House sobre uma base com uma especificação qualquer, e sejamos otimistas e digamos que seu trailer vai aguentar as 4 ou mais toneladas da sua casinha, mas com o tempo ele vai começar a ceder. Ah e você tem que construir no lugar onde ela for ficar estacionada porque não terá documentação para circular pelas ruas e estradas do País.

Resumindo, quando se trata do ‘terreno da sua casa’, pense na segurança, na qualidade e na durabilidade. Você pode até fazer uma economia hoje, mas no futuro isso pode acabar custando muito caro.

Fizemos um vídeo exclusivo sobre nosso chassis (trailer), clique aqui para assistir.

E um outro sobre Legalização, clique aqui para assistir.

 

7. UTENSÍLIOS E ELETRODOMÉSTICOS:

utensilios domesticos

Ponto super importante e que muitos negligenciam somar ao valor final da Tiny House, o custo com utensílios e eletrodomésticos. Em muitos casos, essas Tiny Houses têm cozinhas básicas que consistem em galão com água, um fogão portátil de 2 bocas e um frigobar.

Outra coisa que muitas dessas Tiny Houses de baixo orçamento não tem são os sistemas de aquecimento e refrigeração. Um tempo depois, eles acabam adicionando um aquecedor e/ou um ar condicionador portátil. Muitas também não tem máquina de lavar roupa e televisão.

Todos esses utensílios e eletrodomésticos precisam ter seu valor contabilizado no total do custo, principalmente se a idéia for comparar a uma Tiny House de fabricantes, como as da Tumbleweed Tiny Homes por exemplo, que já vem com todos os acessórios, eletrodomésticos e cozinha e banheiro equipados e custam a partir de $ 60 mil dólares.

E aqui precisamos destacar a importância dos materiais utilizados para a construção das paredes e para o isolamento térmico, se você economizar aqui ou optar por materiais artificias, de baixa qualidade e sem muita eficiência, vai ter mais dificuldade e despesas na hora de resfriar ou aquecer a sua Tiny House.

8. LOCAL DE CONSTRUÇÃO:

galpão de construção, depósito

Uma questão importante e na qual muitas vezes não pensamos até que chegue a hora de começar a construção de fato. Se você não tem um local próprio ou sem custos, tem que contabilizar no valor total da construção da casa os valores referentes ao aluguel do galpão ou terreno onde você vai fazer a obra. E qualquer outro custo relativo a isso como energia elétrica, por exemplo.

Muitos de nós não têm um local para construir a nossa Tiny House, nós mesmos não tinhamos. Você pode optar por alugar um galpão ou outro lugar fechado, ou ver se algum amigo ou familiar tem um quintal grande o suficiente para você entrar com seu chassis, construir sua casinha e depois sair de lá com ela pronta.

Além do local para a construção da Tiny House, você vai precisar de um lugar limpo e seguro para guardar os materiais da obra e as ferramentas.

E não se esqueça que esse galpão precisa ter no mínimo 3 metros de largura, uns 2 metros a mais do que o comprimento do seu trailer e altura mínima de 5 metros na área de construção e no portão. Você precisa de espaço para se movimentar ao redor da casa e para trabalhar, e altura suficiente para construir e para tirar ela do local. Se o local for aberto, lembre de ter andaimes e lonas ou outros equipamentos para proteger a casa durante a construção, principalmente nos dias de chuva.

Você pode sim fazer grandes economias construindo por si próprio, mas não deixe de considerar todos esses gastos que mencionamos aqui, para se preparar financeiramente e para não ter surpresas no final.

Se você fizer os cálculos corretos de todos os custos envolvidos na construção e a isso somar as suas horas de trabalho, considerando que pessoas inexperientes em construção levam de 6 a 9 meses para construir com dedicação exclusiva, e até 18 meses ou mais para construir durante o tempo livre e de folga/férias. Considere pelo menos  1000 horas de trabalho se você for comprar todos os materiais novos, e em torno de 4000 horas se for em busca de materiais para reciclar e reaproveitar, esse tempo também inclui tempo para adaptar e tratar as peças.

Sem dúvida nenhuma a idéia de construir a sua própria Tiny House é um sonho que muitos querem realizar, e não só pela questão de custos, mas pela realização pessoal. Nós somos grandes incentivadores disso, acreditamos que todos são capazes, basta estudo, preparação e planejamento. Todo sonho começa com um projeto!

Para saber mais e acompanhar nosso processo construtivo, visite nosso canal do Youtube,  assine e ative o "sininho" para ser avisado sobre novos vídeos.

Siga nossos Pés Descalços

Posts Relacionados

4 Comments to “ QUER CONSTRUIR UMA TINY HOUSE? NÃO SE ESQUEÇA DE…”

  1. Cristina Sartori says :Responder

    Excelente!

    1. Pés Descalços says :Responder

      Gratidão Cristina! Seja bem vinda ao Pés Descalços!

  2. Jorge says :Responder

    Olá, bom dia!
    Fiz uma pesquisa e acredito que o projeto da empresa Shed, pode estar dentro das normas específicas do Brasil.
    https://shedsistence.com/
    https://www.youtube.com/watch?v=_ARvgcIFjdY
    Vocês poderiam comentar sobre isso?
    Gostei muito do deste projeto e estou interessado em comprar o projeto em pdf e quem sabe construir!

    1. Pés Descalços says :Responder

      Oi Jorge, tudo bem?

      Conhecemos a Shed Tiny House, seguimos eles nas redes sociais e já vimos bastante conteúdo sobre a construção. Não é uma empresa, mas um casal que construiu a própria Tiny House e divulga o movimento nos Estados Unidos.

      Esse projeto segue as medidas que estão dentro da legislação brasileira sim, se você estiver procurando um fabricante para realizar a construção e fazer todos os trâmites de aprovação junto ao Inmetro e Denatran, nós recomendamos a Tiny Houses Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial