O QUE É O MOVIMENTO TINY HOUSE?

O Movimento que começou nos Estados Unidos, já se expandiu para vários países e agora está chegando ao Brasil, através destes que vos falam! Mas por que as pessoas escolhem viver em Mini Casas?

"O Movimento Tiny House é mais do que simplesmente viver em um espaço pequeno (embora, uma mini casa seja certamente parte dele)."

Ryan Mitchell – The Tiny Life Blog

 

A constante alta dos preços do mercado imobiliário e a vida cada vez mais dinâmica faz com que muitos reflitam se realmente faz sentido investir em um imóvel e no seu financiamento de longos anos, num lugar onde não se tem certeza se vai se morar por toda uma vida, como faziam nossos Pais e Avós.

Segundo o filósofo e sociólogo polonês Zygmunt Bauman, em sua obra sobre o pensamento sociológico chamada Modernidade Liquida, a vida está cada vez mais acelerada e repleta de excessos e está fazendo com que cada vez mais pessoas busquem uma vida simplificada. Algumas dessas pessoas se identificam com o estilo de vida do Movimento Tiny House, unindo assim sua busca por uma vida sustentável, minimalista e que permita liberdade. Fizemos uma reflexão sobre isso, que você pode assistir neste vídeo.

Embora ainda pouco difundido no Brasil, o Movimento Tiny House está ganhando espaço. Esse movimento social, que defende a vida com menos, em moradias de tamanho reduzido tem causado reflexão sobre a real necessidade de uma casa grande, e sobre a corrida para realização do famoso “American Dream” que todos nós aprendemos através da sociedade, das mídias e da silenciosa competição social, como sendo o caminho certo a seguir.

As primeiras Tiny Houses das quais temos registro foram projetos próprios baseados no DIY (Faça Você Mesmo), e foram construídas sobre rodas, por diversos motivos, os quais você pode conhecer neste post aqui

Vemos famílias com crianças aderindo ao Movimento, mas na sua grande maioria são os jovens solteiros, os casais sem filhos e aposentados que mais se identificam com esse estilo de vida. São pessoas que buscam um custo de vida reduzido e uma maior qualidade de vida, sem abrir mão do conforto.

Quando você vive em um ambiente reduzido, se torna mais consciente daquilo que possui, dos objetos que não tem uso e do quanto as coisas ocupam espaço nos armários, e consequentemente na sua vida.

 

Tiny House Family

Shed Tiny House

 

O QUE É UMA TINY HOUSE?

Não há uma definição estrita sobre o que constitui uma Mini Casa, mas sim uma definição do Movimento que entende que uma Tiny House é uma estrutura residencial com menos de 37m².

As Mini Casas podem ser construídas sobre rodas ou sobre uma fundação fixa. As construídas sobre rodas foram popularizadas por Jay Shafer que desenhou, construiu e morou na sua primeira mini casa de apenas 9m². Conheça mais sobre essa história aqui neste post.

Quando construídas sobre rodas elas devem respeitar a Legislação de Trânsito, e estacionadas em diversos lugares, aqui damos dicas de onde parar a sua

Elas podem ser construídas em diferentes formatos, tamanhos e tipos, e apesar de pequenas são espaçosas, isso acontece porque todos os espaços e a mobília são pensadas para serem práticas e multifuncionais, o que faz dela uma casa extremamente eficiente.

Pessoas aderem a esse Movimento Tiny House por diversos motivos, que podem estar relacionados ao impacto ambiental, a preservação do meio ambiente, a questões financeiras ou a busca por mais tempo, mais qualidade de vida, e claro mais liberdade.

 

Liberdade Financeira

liberdade, poupança, vida livre, vida simples

As Tiny Houses têm em seu projeto e construção alguns princípios básicos que são o de serem residências práticas, de baixa manutenção e baixo custo. Fazem grande uso de luz natural, exigindo um menor consumo de energia elétrica, e muitas são autossuficientes, sendo abastecidas por energia solar e água da chuva ou de alguma nascente.

O espaço reduzido exige menor investimento de tempo na sua limpeza, e consequentemente no uso de produtos para tal fim.

Na maioria dos casos existe um custo de aluguel de espaço ou de terreno, mas esse custo é sempre infinitamente menor do que o custo de aluguel de um imóvel ou de um financiamento imobiliário.

 

Impacto Ambiental

sustentabilidade, preservação do meio ambiente, baixo impacto ambiental

Como são construídas com as técnicas da construção seca, elas causam baixíssimo impacto ambiental e baixo ou nenhum resíduo de sua construção.

São muito bem isoladas, facilitando assim o seu aquecimento ou resfriamento, o que requer um menor consumo de energia elétrica para que o controle de temperatura seja feito. É muito comum vermos as Privadas Secas nas Tiny Houses, e seu uso reduz drasticamente o consumo de água de uma casa.

Quando se vive em um espaço reduzido nos tornamos mais conscientes sobre os recursos naturais e sobre nossos hábitos de consumo. A prática do consumo consciente é um ato de sustentabilidade, que também tem reflexo direto em como fazemos uso dos nossos recursos financeiros. Trazendo benefícios múltiplos.

 

Simplificação da Vida

vida no campo, galinha, verde, natureza, casa verde, casa sustentavel

Com menos coisas, menos despesas ou contas a pagar, vivendo em um espaço que exige menos tempo de você, resulta em menos tempo de cuidado e preocupação. Só percebemos o quanto a casa grande e o número grande de pertences tomam do nosso tempo e da nossa energia quando nos livramos deles.

Simplificar a sua casa, as suas posses e o seu dia a dia, é abrir tempo e espaço para a criatividade e para fazer o que você mais gosta.

O Movimento Tiny House permite você viver a vida da sua própria maneira!

Qualquer pessoa que se interesse por simplificar a vida, ter mais tempo e liberdade, pela preservação do meio ambiente, planejamento e disponibilidade financeira para realização de projetos e sonhos, vai se identificar com esse estilo de vida.

É verdade que o Movimento é ainda pequeno no Brasil, e para que ele cresça e inspire mais e mais pessoas é necessário que busquemos informações, conhecimento e coloquemos em prática, construindo ou adquirindo uma Tiny House, seja ela fixa ou sobre rodas. É importante também que você compartilhe posts e fotos com a sua opinião e sentimento sobre esse estilo de vida.

Veja aqui neste vídeo como você pode ajudar o Movimento Tiny House crescer no nosso país.

Aqui no Brasil as Tiny Houses já podem ser adquiridas através da empresa Tiny Houses Brasil, que em parceria com o Pés Descalços tem trazido aos clientes uma experiência única de projetar e construir Tiny Houses de forma customizada e transparente, quer saber mais, acesse www.tinyhousesbrasil.com.br

E aí, o que você tem pesquisado sobre o Movimento Tiny House? Você acredita que esse lindo estilo de vida vai cair no gosto do brasileiro? Estamos preparados para isso?

Deixe seu comentário abaixo ou participe de nossas redes sociais acessando nos ícones no menu superior.

 

Siga nossos Pés Descalços

Posts Relacionados

2 Comments to “ O QUE É O MOVIMENTO TINY HOUSE?”

  1. Márcia says :Responder

    excelente …. tenho planos para ter algo assim… desde que não saia mais caro do que uma casa convencional… tenho visto preços absurdos! que compensa mais investir o dinheiro á médio prazo e os rendimentos pagam um aluguem com folga a ainda sobra pra retroalimentar o investimento… é uma questão á ser repensada…

    1. Pés Descalços says :Responder

      Olá Márcia Adriana Barboza seja bem vinda ao Movimento Tiny Houses do Brasil.
      Respondendo suas dúvidas , depende claramente do que a pessoa quer na vida… Apenas uma moradia simples é possível comprar uma casinha de madeira por 40 mil reais.
      Agora se a pessoa quer uma casa, funcional, com mobilidade, com alto padrão de isolamento térmico e acústico, ecológico e toda pensada arquitetonicamente para dar conforto, praticidade e ser linda, vai pagar de 80mil a 300 mil reais.
      Existem vários tipos de tiny houses, mini apartamentos, casa contêiner, casa sobre rodas, casas fixas, casas pré montadas, o que torna ela especial é o fato de você viver o tiny living, minimalismo funcional e sustentável, a liberdade que buscas se encontra em atitudes a casa é apenas uma ferramenta.
      Casa de bioconstrução por exemplo pode custar de até em média 50mil reais e precisa de terreno e pode usar em 80% da sua composição itens que tem no próprio terreno, das opções a mais sustentável (essa é uma que quero experimentar num futuro próximo).
      Casinha simples de madeira de 20 a 80 mil reais, aqui no grupo tem pessoas vendendo.
      Uma casa contêiner bem construída pode custar de 100mil a 200 mil reais.
      Uma mini casa convencional 50mil a 400mil reais
      Casa sobre rodas 120mil a 300mil.
      Qual é a melhor opção? É aquela que vai lhe realizar, vai te transformar e dar a experiência que busca, ou seja, um estilo de vida que almeja.
      Há aqueles que optam por não ter nenhuma das opções, alugar e viver de rendimentos, pois para ele o que vale é a máximização de ganhos, a outros que optam ter uma experiência… tudo depende do seu ideal.
      Fizemos uma live falando o preço de uma Tiny House sobre rodas, vale a pena ver.
      Se precisar, basta perguntar. 👊😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial